O desmonte do PAC
O nome até que é pomposo: Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Pena que tenha vida curta e, em muitos casos, sequer conseguiu, até aqui, dizer a que veio. Um programa dessa natureza não poderia ter os dias contados. Precisaria avançar em todas as áreas para as quais foi destinado e teria de contar com recursos suficientes e contínuos. Mas falhou, desde o início, nos projetos e, depois, nas ações. No conjunto, o PAC hoje é um volume da ordem de 400 obras paradas, incluindo aquelas do governo federal, estados e municípios.
 
O desmonte é visível na proposta urdida nos gabinetes de Brasília que prevê, no orçamento do ano que vem, uma redução de R$ 17 bilhões nos investimentos programados para obras, em especial na área da infraestrutura.
 
Importante destacar a manifestação do presidente Carlos Eduardo de Lima Jorge, da Comissão de Obras Públicas da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), sobre o processo de desmonte do PAC, publicada no boletim nº 1114 da Associação Paulista de Empresários de Obras Públicas (Apeop):
 
“ O desmonte do PAC se dá praticamente sem negociação com os diversos agentes – os governos dos estados e dos municípios, os próprios órgãos federais envolvidos, como a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e as construtoras de todo o País. Estas duramente afetadas e surpreendidas por interrupções e cancelamentos de obras e por sistemáticos atrasos de pagamento, e, assim, compelidas à dispensa de centenas de milhares de trabalhadores nas obras públicas”.
 
Lastimavelmente, o PAC foi mais marketing do que ação efetiva em favor da atualização e modernização da infraestrutura brasileira.  Foi bom enquanto durou.  


sexta-feira, 30 de outubro de 2015
Fonte: Nildo Carlos Oliveira
Publicidade
  • contato internacional
  • app ranking
  • Linha do Tempo
  • Guindaste Terex instala ponte metálica

A Revista

- Perfil

- Publicidade

- Assinaturas

Eventos

Contato

Rua Marquês de Paraná, 471
Cep: 05086-010 - sala 10 - Alto da Lapa - São Paulo/SP
Fone: (11) 3895-8590

 

500 Grandes

Edições

 
 
A republicação e divulgação de conteúdos públicos são permitidas, desde que citados fonte, título e autor. No caso dos conteúdos restritos, não é permitida a utilização sem autorização do responsável. É totalmente livre a citação da URL do Portal (http//www.revistaoempreiteiro.com.br) em sítios e páginas de terceiros.
© 2017 - O Empreiteiro - Todos os direitos reservados.
Tendenza Tecnologia