Melhorias expandem volume de cargas em Santos (SP)
Atentos ao futuro do comércio exterior, portos nacionais investem em expansão e melhoria de suas operações e infraestrutura. A direção do porto de Santos, por exemplo, atribui os resultados alcançados no ano passado a várias intervenções que estão sendo realizadas ao longo dos últimos anos.
 
No maior porto do Brasil, a movimentação de cargas cresceu 7,1% no ano passado sobre 2014, mesmo num cenário econômico de retração no País. O total movimentado atingiu 119 milhões de t, contra 111,1 milhões de t, registrados em 2014. O diretor presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Alex Oliva, ressalta os investimentos feitos para melhorar a infraestrutura, tanto de acesso terrestre quanto aquaviário ao porto, como forma de sustentar o crescimento da movimentação.
 
Dragagem, obras no sistema viário e construção e reforma de cais, ao longo de 2015, foram intervenções que permitiram a manutenção do calado operacional do canal de navegação do porto em 13,2 m e a normalidade na acessibilidade terrestre ao complexo. “Trata-se de infraestrutura necessária para o bom funcionamento”, afirma Oliva.
 
No final do ano passado e início deste ano, foram finalizadas as obras do cais de Outerinhos, com 779 m, oferecendo mais um berço de atracação no novo cais. Segundo o diretor de Engenharia da Codesp, Antonio de Pádua de Deus Andrade, entre os ganhos com a obra estão a possibilidade de atracação de navios de passageiros no trecho. Fora de temporada, ganha-se um novo cais com maior profundidade para operação comercial de cargas, o que amplia a capacidade de movimentação do porto.
 
Outra obra relacionada à estrutura é a execução do projeto de recuperação de 1.700 m de cais entre os armazéns 12A e 23.  Além da recuperação, a estrutura foi redimensionada para o aprofundamento do trecho para até 15 m, permitindo ampliar a produtividade dos embarques de açúcar pelos terminais localizados naquela área.
 
A obra demanda uma logística afinada com os terminais da região. Depende de janelas entre os períodos de atracação de navios e a execução dos serviços, além de condições meteorológicas e de maré. Dentre as intervenções de reforma e recuperação, destacam-se os serviços executados em píeres, ponte de acesso e tubovias do Terminal de Granéis Líquidos da Alemoa.
 

Obras do cais de Outerinhos permitiram novo trecho de atracação no porto
 
Sistema Viário
O destaque das obras destinadas à melhoria do sistema viário interno do Porto de Santos fica com a primeira etapa de remodelação do trecho Alemoa - Saboó. O projeto prevê a execução de duas pistas com mão dupla e total de quatro faixas de rolamento, com extensão de 900 m.
 
Essa obra dá acesso exclusivo ao trânsito de passagem, sem provocar conflitos com o tráfego de veículos dedicados aos terminais daquela região. “Eliminamos um significativo gargalo ao escoamento de cargas em Santos”, afirma o diretor de Engenharia.


quinta-feira, 1 de setembro de 2016
Fonte: Redação OE
Publicidade
  • JLG
  • Novas obras e Investimentos,
  • mwm
  • Rankng das Concessionarias
  • Linha do Tempo
  • Guindaste Terex instala ponte metálica

A Revista

- Perfil

- Publicidade

- Assinaturas

Eventos

Contato

Rua Marquês de Paraná, 471
Cep: 05086-010 - sala 10 - Alto da Lapa - São Paulo/SP
Fone: (11) 3895-8590

 

500 Grandes

Edições

 
 
A republicação e divulgação de conteúdos públicos são permitidas, desde que citados fonte, título e autor. No caso dos conteúdos restritos, não é permitida a utilização sem autorização do responsável. É totalmente livre a citação da URL do Portal (http//www.revistaoempreiteiro.com.br) em sítios e páginas de terceiros.
© 2017 - O Empreiteiro - Todos os direitos reservados.
Tendenza Tecnologia